• Adicione tópicos

Ministro indiano admite falha de segurança em presídio onde acusado de estupro teria se enforcado

Bahia Notícias
Publicado por Bahia Notícias
há 3 anos

O ministro do Interior da Índia, Sushilkumar Shinde, admitiu, nesta terça-feira (11), após a constatação da morte de um dos suspeitos de estuprar a estudante indiana morta em dezembro de 2012, que houve uma grande falha de segurança no presídio de Tihar, em Nova Délhi, onde o acusado estava encarcerado. Ram Singh foi encontrado morto em sua cela. Segundo a polícia ele cometeu suicídio por enforcamento. Entretanto, os advogados de defesa questionam o parecer. Singh era o motorista do ônibus em que a jovem de 23 anos foi brutalmente estuprada e espancada por um grupo de rapazes e veio a óbito em decorrência das agressões sofridas.De acordo com autoridades, o motorista utilizou uma parte do seu colchão para cometer o ato em cela que dividia com outros dois prisioneiros. O governo ordenou que seja aberto um inquérido para apurar a morte do motorista. Com informações da BBC Brasil.

0 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)