jusbrasil.com.br
14 de Dezembro de 2017
    Adicione tópicos

    Advogado é condenado por forças funcionários a participar de cultos

    Bahia Notícias
    Publicado por Bahia Notícias
    há 4 anos

    Por forçar os empregados a participar de cultos evangélicos na sede da empresa, uma vez por semana, a Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul condenou o Grupo Villela, pertencente ao advogado Renan Lemos Villela, por discriminação religiosa. De acordo com as denúncias recebidas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), o advogado dizia que ia tirar o capeta dos empregados, e que quem não acreditasse em Jesus Cristo estaria endemoniado. A 15ª Vara do Trabalho de Porto Alegre determinou, em limi...

    Ver notícia na íntegra em Bahia Notícias

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)